Treino para a Maratona do Porto 2017 – 7ª Semana

WP_20170827_10_12_56_Pro

Semana 7 – Treino 22 (terça, 22 de agosto): 6 x 800 metros c/ 45 seg. rec. (9 km)

Ao 22º treino fiz o meu primeiro treino de séries curtas. Depois de um bom aquecimento tentei ser o mais consistente possível no ritmo de cada série (4,39 – 4,39 – 4,48 – 4,40 – 4,48 – 4,43 min.) e o mais próximo possível do ritmo de provas de 5 kms. Senti-me bastante bem neste tipo de treino mas não consegui a consistência que pretendia devido a fatores que não consigo controlar, como o vento e alguma irregularidade do piso.

Semana 7 – Treino 23 (quinta, 24 de agosto): 14,5 km – 1:19:52 h

Até agora foi o treino mais longo feito durante a semana. Aquecendo bem os músculos, fiz uma primeira parte do treino em constante sobe e desce o que levou que o ritmo fosse algo inconstante. Quando entrei em terreno plano fui aumentando o ritmo para o de maratona e tentei manter-me por lá. No final do treino tive que por alguns travões, o corpo puxava para ritmos demasiado rápidos e contra producentes.

Semana 7 – Treino 24 (sexta, 25 de agosto): 8 km – 50:42 min.

Treino de recuperação feito a ritmo muito descontraído.

Semana 7 – Treino 25 (domingo, 27 de agosto): 24 km – 2:12:50 h

Voltei novamente ao meu local de treinos preferido, mesmo sendo bastante duro é sempre muito gratificante e mete sempre os meus indices de confiança em alta. Os primeiros 6,5 kms foram sempre a subir. Tentei nos primeiros quilómetros ir numa ritmo baixo para aquecer e depois tentei meter num que fosse confortável e pouco desgastante. Quando voltei para trás tinha o desafio de tentar controlar os 12 kms quase sempre a descer sem cair em tentação de entrar em andamentos e guardar energias para os últimos 5,5 kms quase todos s subir. A descida foi sempre feita num ritmo controlado e quando voltei a subir, ganhei fôlego e meti o ritmo de maratona. A meio da subida tive que fazer um quilómetro mais lento para fazer um ultimo abastecimento e ganhar forças para o fim do treino. Tendo em conta que o final do treino foi onde a inclinação da subida era mais acentuada, o ritmo do final do treino que consegui impor até me surpreendeu pela positiva.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: