Arquivo de s. joão das lampas

37ª Meia-Maratona S. João das Lampas 2013 – Inscrições Abertas

Posted in 2013/2014, Calendário de Corridas with tags , , , , , , on 22 de Julho de 2013 by José Pedro

Meia-maratonas.joaolampas

Pela 37ª vez vai-se realizar a Meia-Maratona S. João das Lampas.  Provavelmente é a Meia-maratona mais dura realizada em Portugal, em que a guestão de esforço é fundamental para chegar à meta sem dificuldades em que o tempo alcançado no final fica para segundo plano.

altimetriameiamaratonas.joãolampas

É uma das minhas obrigatórias, não só pelo desafio que é enfrentar tão complicado percurso, mas também pela fantástica organização e pelo caloroso apoio popular por onde passa tão popular corrida.

Informações e inscrições:

http://lampas.org/

1º Trilho das Lampas – 4 de Maio de 2013

Posted in 2012/2013, Calendário de Corridas with tags , , , , , on 20 de Março de 2013 by José Pedro

TrilhodasLampas

Uma das corridas mais aguardadas do ano já tem as inscrições abertas. Só o facto da organização ser a mesmo da Meia-Maratona S. João das Lampas, é garantia de qualidade.
Informações e inscrições:

http://cidadaodecorrida.blogspot.pt/

34ª Meia-Maratona S. João das Lampas 2010

Posted in As minhas corridas with tags , , on 13 de Setembro de 2010 by José Pedro

Seria a 2ª vez que iria participar em tão dura corrida. Contava com a experiência do ano anterior para poder ultrapassar todas as dificuldades que fossem aparecendo sem sofrer muito e tentar não me meter um loucuras.

Iniciei a corrida num ritmo descontraido e na companhia do sempre alegre José Magro. Como não sou grande coisa a subir, tentava não forçar muito nas subidas, tentar recuperar as energias nas descidas e no pouco terreno plano ir em ritmo confortavel.

5 km – 25:53 min.

Os primeiros 5 kms foram feitos sem grande esforço, mas foi aí que apareceu a primeira grande subida e perdi a companhia do Magro. Os restantes quilometros seria eu, a minha música e a magnifica paisagem campestre. Mantive o ritmo que tinha em pensamento e estava tudo a correr bastante bem.

10 km – 53:33 min.

Continuava a sentir-me confortavelmente bem, mesmo enfrentando algumas dificeis subidas. A minha preocupação a seguir seria a enorme descida aos 11 km. É bastante inclinada e tinha que ter bastante cuidado com os meus joelhos. Aos 13 km estavamos de volta ao ponto de partida, a calor humana deu-me novo alento para os restantes quilometros e tive um abastecimento extra. A partir daqui o terreno seria mais plano, mas bastante enganador. As dificuldades continuavam a existir, mas não eram tão evidentes.

15 km

Tentei refrescar-me ao máximo no abastecimento dos 15 km e depois de passar a subida dos 16 kms tentei aumentar o ritmo até ao final da corrida. Sentia-me bem e as pernas estavam a responder á alteração de velocidade. Depois da última subida aos 18 kms ainda forcei mais. Até á meta era práticamente tudo a descer. Sentia-me bem e nos últimos 500 mt. ainda deu para dar um último sprint e conseguir melhorar a marca alcançadano ano passado.

Tempo Oficial: 1:54:16 h.

Tempo Real: 1:54:05 h.