Arquivo de record pessoal

Balanço da época 2012/2013.

Posted in 2012/2013, Desabafos with tags , , , , , , on 25 de Junho de 2013 by José Pedro

Running-on-beach1

Depois da minha participação na 1ª Corrida Forum Montijo, dei por terminada a minha Época Desportiva 2012/2013. O corpo já pedia descanso e  fiz-lhe a vontade. Três semanas de repouso para o corpo recuperar, para dedicar um pouco mais de tempo a outros afazeres da vida e fazer um balanço deste ano diferente mas rico em novas experiências.

Durante este ano fui mais selectivo nas provas que participei (experimentei algumas novas e mantive as obrigatórias), acompanhei os primeiros passos de dois amigos neste mundo, mudei de plano  e de local de treinos com resultados supreendentes. Também aprendi com alguns erros. Um deles curstou-me muito ” caro “, o que levou a desistir de participar na Maratona do Porto.

Corridas:

– 7 km – 1

– 9 km – 1

– 10 km – 4

– 11 km – 1

– 15 km – 1

– 20 km – 2

– Meia-Maratona: 2

Momentos altos:

– 1 RP nos 20 kms

– 1 RP nos 15 kms

– 1 RP na Meia-Maratona S. João das Lampas

Momentos menos bons:

– Não ter participado na Maratona do Porto depois de ter feito metade da preparação.

Corrida Internacional 1º de Maio 2013

Posted in 2012/2013, As minhas corridas, Melhores tempos. with tags , , , on 2 de Maio de 2013 by José Pedro

Corrida1Maio

Pela 2ª vez participei na Corrida Internacional do 1º de Maio.

Sai cedo de casa, fui levantar o dorsal e dei uma volta pelo Estádio para ver o ambiente. Enquanto passeava calmamente, veio à memória a minha primeira e unica maratona que começava e terminava naquele mesmo local. Ando cheio de vontade de repetir a “gracinha”.

Com o aproximar da hora da partida, fui-me equipar, alongar e aquecer um pouco os músculos. Enquanto estava no aquecimento tentava perceber como me sentia fisícamente, que estratégia ia ter tendo em conta que ainda sentia o desgaste de Cascais e a dureza da parte final da corrida. Fui para a linha de partida, meti-me no fundo do pelotão e decidi que os primeiros 2/3 kms iriam decidir como iria ser a resto da corrida.

Foi dado o tiro de partida. ainda não tinha cruzado a linha de partida e já os primeiros atletas estavam a sair do estádio. Tendo tantos atletas à minha frente, sai calmante para tentar perceber qual seria a melhor maneira de entrentar os 15 kms que tinha pela frente. Os primeiros 2 kms forma muito relaxados, mas depois senti as pernas a puxar e rápidamente estava a  fazer 4:40 min./km de uma forma natural.

5 kms: 24:14 min.

Sentia-me bem e cheio de força. Assim que cheguei ao Saldanha embalei ainda mais na descida vertiginosa até à Praça do Comercio um ritmo a rondar os 4:30 min./km. Como tudo o que desce tem que se subir, ao entrar na Rua da Prata, iniciou-se uma subida de 4 kms até ao Areeiro. Tentei manter o mesmo ritmo da descida e na fase ínicial da subida ainda fui conseguindo, mesmo com algum esforço,

10 kms: 46:45 min. 

À passagem pelo 10º km senti o ritmo a baixar. A inclinação era mais acêntuada, as forças já não eram as mesmas e a minha preocupação foi não perder muito tempo mas também não me desgastar em demasia. Lutei para manter o ritmo constante durante o que restava da subida mesmo sendo um pouco complicado devida à inclinação na parte final entre a Alameda e o Areeiro. Assim que acabou tão dura dificuldade, respirei um pouco e tentei novamente meter um ritmo mais vivo. Forçei um pouco mais nos últimos 2 kms. A meta estava mesmo ali e não queria perder a oportunidade de terminar com um bom tempo. Entrei no estádio e olhei para o relógio, ia mesmo conseguir fazer um bom tempo a nível pessoal em tão dura corrida.

Tempo Real: 1:09:45 h.

Tempo Oficial: 1:10:00 h.

Caíu o meu RP da distância que já durava à 3 anos. Consegui fazer o que nunca pensei ser possivel, dois RP em uma semana e meia.

19 de Fevereiro de 2012 – 20 km Cascais 2012

Posted in 2011/2012, As minhas corridas, Melhores tempos. with tags , , , on 20 de Fevereiro de 2012 by José Pedro

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Depois de estar práticamente dois meses sem participar em corridas e andar a treinar um pouco conforme a corrente, lá fui testar a minha forma em Cascais. A corrida não é das mais faceis e fui com o pensamento que qualquer quer que fosse o resultado não seria mau devido ás circunstâncias.

Chequei relativamente cedo a Cascais, fui dar uma volta pelo local de partida para tomar o pulso ao ambiente e meia-hora antes da partida fui-me equipar e proceder a um lento aquecimento.

A 5 minutos do tiro de partida coloquei-me propositadamente na cauda do pelotão. Queria sair calmamente e com ritmo controlado e assim foi. O primeiro quilometro foi feito em 5:45 minutos. Nos primeiros 5 kms tentei ir sempre num ritmo confortavel e evitei ao máximo os zig-zag que tanto desgasta devido ás constantes mudanças de velocidade.

5 km – 25:48 min. (5:10 min./km)

Com o ritmo certo, os quilometros foram passando sem grandes dificuldades. Á passagem dos 6 km, entrando na estrada para o Guincho, aumentei o ritmo um pouco aproveitando a pequeno declive que me era favoravel. A partir dos 8,5 km apareceu o pior obstaculo que esta corrida tem: o vento contrário. A certa altura pareceu que estava a correr parado e a velocidade diminuia. Tentei manter o mesmo esforço para não sofrer um grande desgaste pelo menos até ao retorno.

10 km – 49:52 min. (4:49 min./km)

Tentei lutar com o vento até aos 12,5 km. A partir daí teria-o como aliado, aproveitando esse facto tentei por um ritmo mais vivo. Sem o vento, as subidas mais pareciam descidas e progressivamente ia aumentando o ritmo, sempre sem chegar a um nível que pudesse desgastar-me em demasia.

15 km – 1:13:22 h. (4:53 min./km)

Já sentia algum desgaste, mas ia conseguindo manter o ritmo estavel. Assim foi até a uma subida mais inclinada á passagem dos 17 kms. Abrandei até não sentir que estava a esforçar e tentei porpar as forças para depois de ultrapassar esta dificuldade. No final da subida, recuperei o folego por umas centenas de metros e tentei meter novamente um ritmo vivo. Sabia que o últimos 2 kms são quase sempre a descer e queria aproveitar-me desse factor favoravel. As forças já estavam a faltar, mas a motivação manteve-me na luta por um bom tempo. Cortei a meta bastante satisfeito por ter tirado 1:12 minutos ao meu antigo tempo nesta distância e nesta mesma corrida!

Tempo Real: 1:36:38 h (4:50 min./km)

Tempo Oficial: 1:38:12 h

06-02-2011 – 20 km Cascais

Posted in As minhas corridas with tags , on 9 de Março de 2011 by José Pedro

Este slideshow necessita de JavaScript.

Domingo foi mais um dia de corrida. Pela 3ª vez participei nos 20 km de Cascais!O tempo prometia chuva e ponderei pela primeira vez correr de corta-vento. Em cima das 10h o tempo melhorou, fui até ao carro deixar o corta vento e cheguei á linha de partida em cima da hora.

Como fiquei muito para trás, parti calmamente. Já sabia que durante 2/3 kms não ia conseguir meter o meu ritmo e preferia não me desgastar a correr aos zig-zags. Os primeiros 5 km foram feitos muito calmamente como se de um treino um pouco mais rápido se tratasse.

5 km – 25:14 min.

A partir dos 6 km, aproveitando ter mais espaço e com o terreno ligeiramente a descer, tentei forçar o ritmo. Sentia-me bem e com uma passada certinha a fazer em 4:45 min/km.

10 km: 49:15 min.

Continuava a sentir-me bem, mesmo depois de dar a volta para regressar a Cascais e com o terreno já a subir. A partir dos 13 km o vento contra tornou-se a principal dificuldade. Fui resistindo bem e notei que não estava mesmo assim a perder tempo.

15 km – 1:12:37 h

O vento continuava a não dar descanso, mas felizmente consegui apanhar boleia de um outro corredor que me ia protegendo minimamente. Aos 16 km apanhei uma subida com pouca inclinação, mas  bastante longa. Aguentei bem durante algum tempo, mas não deu para resistir. Á passagem dos 17 km tive que baixar o ritmo, estava a sentir-me desgastado e queria ganhar forças para atacar os últimos 2 kms que são praticamente sempre a descer. Confor-me pensei, assim o fiz! Pouco depois dos 18 km, mais abrigado do vento e com o terreno a descer, forcei novamente o ritmo e acabei mais uma corrida com satisfeito pela minha prestação.

Tempo Oficial: 1:39:04 h

Tempo Real: 1:37:50 h (RP)

Apesar de ter treinado pouco em Fevereiro e ter partido muito de trás consegui bater o meu tempo por 4 segundos. O mais interesante é que os tempo de passagem nos pontos intermédios são muito idênticos aos do ano passado, até parece que tinha o cruise-control ligado!

26 de Setembro de 2010 – 11ª Meia-Maratona de 2010.

Posted in Calendário de Corridas with tags , on 28 de Setembro de 2010 by José Pedro

Domingo foi mais um dia de corrida! Levantei-me cedo, fui ter com uns amigos que iriam participar na mini-maratona e lá fomos em direcção ao Parque das Nações apanhar o autocarro que nos iria levar para a linha de partida em cima da Ponte Vasco da Gama.

Chegamos uma hora antes do tiro de partido. Aproveitei para ir ao wc, ficando assim mais leve e fiz um ligeiro aquecimento. O espaço existente não dava para mais.

Finalmente foi dado o tiro de partida ás 10:30h. Sai calmamente e deixei-me levar pelo ritmo imposto pela multidão. O 1º km foi feito em 5:20 min e sabia que seria dificil meter o meu ritmo antes dos 3 /4 km a estrada ia estreitar á saída da ponte e ainda havia muitos atletas juntos. Optei por não fazer o abastecimento no 3º km, achei que era cedo demais e não queria meter-me naquela enorme confusão. A partir daí tentei aumentar um pouco o ritmo até chegar ao ideal para acabar a corrida sem problemas.

5 km – 24:43 min.

Passei aos 5 km com 20 segundos a mais do que tinha previsto. Como me sentia bastante confortavel deixei-me ir no ritmo que tinha imposto e não corri o risco de acelarar para mais tarde pagar a factura.

10 km – 48:48 min.

Consegui passar aos 10 km dentro do tempo máximo que tinha previsto e logo a seguir ia ter um teste ao ritmo imposto Aos 11 km tinha que subir o viaduto de Stª Apolónia. Fiz sem forçar muito e na descida optei por descomprimir para voltar ao ritmo no terreno plano. No viragem para o regresso noto que tenho agora o vento de frente e aos 14 km volto a enfrentar a subida do viaduto. Novamente a fiz nas calmas e recuperar na descida.

15 km – 1:12:52 h.

Á passagem dos 15 km já estava a ganhar alguns segundos ao tempo máximo que tinha previsto. Agora era tentar não ter nenhuma quebra. Mas não consegui evitar, depois do abastecimento sólido aos 16,5 kms, descontrolei a respiração e com ela também baixei o ritmo. Tentei que a quebra não fosse muito grande e tentei recuperar forças para voltar ao ritmo logo após a subida que ia dar ao Parque das Nações. Felizmente aos 18 km voltei a sentir-me bem e voltei ao ritmo anterior e a recuperar tempo

18 km – 1:27:35 h.

Passei aos 18 km ainda com alguns segundos de vantagem em relação ao tempo de passagem para o meu PB. Tentei a todo o custo não baixar o ritmo e controlar o esforço para os últimos 3 kms. Houve uma altura que o corpo me pregou um susto, estava a custar-me imenso e parecia que ia “morrer na praia”. Mas era puro engano, o meu relógio indicava-me que estava a aumentar o ritmo e a ganhar tempo. Tentei manter até a 500 mt. da meta e fiz um último forcing nos últimos metros e conseguir alcançar o meu objectivo.

Tempo oficial: 1:43:56 h.

Tempo Real: 1:42:49 h.

Depois de dois anos e meio consegui finalmente bater o meu PB na distância o que me deixou bastante satisfeito por não ter tido muitas oscilações durante todos os 21 kms.