Arquivo de 21.1 km

Meia-Maratona de Cascais 2020 – nunca desilude.

Posted in 2019 / 2020, As minhas corridas with tags , , , , on 28 de Fevereiro de 2020 by José Pedro

MeiaMaratonaCascais_386-page-001Captura de Ecrã (2)

Meia-Maratona do Descobrimentos 2016 -São Pedro não foi amigo.

Posted in 2016 / 2017, As minhas corridas, Uncategorized with tags , , , on 5 de Dezembro de 2016 by José Pedro

15317931_583020241888763_4887611363523241966_n

Domingo foi mais um dia de Meia-Maratona dos Descobrimentos. Cheguei cedo ao local de partida e rápidamente juntei-me aos outros membros do ” gang do Jamor “.  O dia estava bastante ” feio “, o que obrigou a um aquecimentos mais prolongado, a usar equipamento que para mim é pouco usual em corrida e posicionar-me na linha de partida o mais tarde possível.

Assim que foi dado o tiro da partida cada membro do ” gang do Jamor entrou no seu ritmo e cada um ficou por sua conta. Parti cauteloso e aos poucos fui entrando no ritmo que achava mais adequado ao meu estado físico. A chuva não dava descanso e quando mudamos de sentido por volta dos 2 kms apanhei o vento de frente, mesmo não sendo muito forte fazia-se sentir. Aos poucos, com alguma dificuldade o ritmo ia ficando mais vivo até chegar os 5 min/km.

5 km – 26:11 min.

Estava difícil de estabilizar o ritmo. O vento e as constantes mudanças de tragetória para evitar alguns perigos iam aparecendo devido à chuva iam tornando quase impossível manter-me  certo. Com o aproximar do quilómetro 10, veio a zona que menos gosto do percurso, o empedrado entre o Cais do Sodré e a Praça do Comercio. Neste local nunca consegui manter o ritmo e devido às inúmeras poças de água existentes tornei-me cauteloso e a passada ficou mais lenta.

10 km – 51:23 min.

Depois do empedrado tentei entrar no ritmo,  estava complicado mas aos pouco foi subindo até ao que eu achava ideal. Infelizmente não o consegui manter por muito tempo. À passagem dos 12,5 kms e com o respectivo retorno, o vento deixou de se fazer sentir, a chuva tinha abrandado bastante. Senti-me a ficar quente e tive que tirar o corta-vento e amarar à cintura o que me fez baixar novamente o ritmo. Sabendo que ainda ia apanhar empedrado no Rossio e novamente no Cais do Sodré tentei economizar algumas energias até passar por esta parte do trajecto que para mim é complicada e tentar fazer os últimos quilómetros mais certinho.

15 kms – 1:16:56 h

Aproveitei o abastecimento dos 15 quilómetros para alimentar-me, hidratar-me, refrescar-me, ajustar o equipamento à melhoria das condições climatéricas e preparar-me psicologicamente para os últimos 5 quilómetros. Meti o ” piloto automático ” nos 5:04 min./km e assim fui até cortar a meta.

percursomeiamaratonadescobrimentos

Tempo Real: 1:48:23 h

Tempo Oficial: 1:48:58 h

Foi a primeira vez que corri com as condições climatéricas tão adversas, o que serviu de aprendizagem para futuras corridas e sendo o meu primeiro objectivo ( fazer abaixo da 1:50 h ) alcançado. Tinha um segundo objectivo que não foi alcançado, mas que também não  o vou divulgar, ficará à espera de uma próxima oportunidade.

meia-maratonadescobrimentos2016

Penso que foi a primeira vez que a organização da prova me tirou tanto tempo no tempo real, penso que tenha havido um erro na cronometragem. 

 

Meia-Maratona dos Descobrimentos 2015 – Back to 21.1 km

Posted in 2015 / 2016, As minhas corridas, Uncategorized with tags , , , on 9 de Dezembro de 2015 by José Pedro

Domingo marcou o meu regresso à Meia-maratona.

Cheguei cedo ao local de partida. Fui dar uma vista de olhos ao local de partida, local da meta e meter a conversa com alguns amigos nestas andanças.

Treinei com empenho para esta prova, mas tinha consciência que estava longe do meu melhor e que podia ter surpresas não muito agradáveis no decorrer da mesma. Perto da hora da partida resolvi acompanhar um amigo na sua conquista do seu melhor tempo da distância e tentar tirar o melhor gozo possível no meu regresso aos 21,1 quilómetros.

Depois de alguns alongamento e do respectivo aquecimento a ” Armada Invencível ” posicionou-se na linha de partida pronta para mais uma conquista.

Saímos do fundo do pelotão com um ritmo cauteloso. Enfrentamos a subida inicial calmamente e aproveitamos a descida preparar o corpo para o terreno plano que nos ia acompanhar até à meta. O imposto era estável e bastante calmo o que permitiu ir pondo a conversa em dia.

5 km – 28:54 min.

Quase se dar conta o ritmo foi aumentando, mas de uma forma consistente e gradual. Tive que deixar a conversa um pouco de lado e concentrar-me na corrida e na respiração, assim que deixamos o ritmo confortável e passamos para um um pouco mais exigente.

10 km – 56:19 min.

O ritmo continuava a aumentar, corpo ia respondendo bem e grande parte da ” Armada ” continuava junta na obtenção de um bom tempo. O empedrado entre os Cais do Sodré e a Praça do Comercia fazia miséria, mesmo assim consegui não baixar o ritmo e não perder contacto com o grupo que estava empenhado num bom desempenho.

15 Km – 1:22:12 h

Na passagem pelo abastecimento perdi ligeiramente o contacto com o grupo. Estabilizei o ritmo e segui poucos metros mais atrás na esperança de mais tarde conseguir alcançar. Aos 18 km vi o que restava da ” Armada ” afastar-se aos poucos e poucos. Numa tentativa de não os perder de vista fui buscar algumas reservas de energia e acelerai o passo. Mesmo assim a ” Armada ” continuava a fugir. Cheguei à conclusão que dificilmente conseguiria colar-me novamente a eles, decidi baixar um pouco o ritmo e ganhar forçar para os últimos momentos da prova. À passagem pelos 20 km voltei a impor um ritmo mais forte e até chegar à meta foi sempre em crescente.

Tempo Real: 1:53:56 h

Tempo Oficial: 1:55:47 h

Captura de Ecrã (22)

Posso dizer que o meu regresso à distância correu bastante bem, mesmo estando muito longe da forma que me levou a bater o meu RP nesta mesma prova à 2 anos, não deixando de lado que vários elementos da ” Armada ” conseguiram alcançar os seus novos RP´s da distância.

Page1