Archive for the Lesão Category

Velocidade furiosa a… 6:15 minutos/km.

Posted in 2014/2015, Desabafos, Lesão with tags , , on 13 de Janeiro de 2015 by José Pedro

01

A lesão ainda não me largou, mas aos poucos vou treinando e aumentando o tempo de treino.

No domingo fui até ao Estádio Nacional com a ideia de fazer uns descansados 40 minutos.

Pé ante pé lá fui eu. Meti um ritmo turbo-lento como convinha. Foi preciso estabilizar a respiração que também se treina, tentar não ter muitas oscilações na velocidade e procurar piso de terra batida sem grandes elevações ou descidas.

40 minutos depois e com dificuldades de quem aparentemente tinha acabado de correr uma Meia-maratona alcancei o meu objectivo do dia.

Movido pela curiosidade, calculei a distância que tinha percorrido e assim poder calcular o ritmo por quilometro.

6:15 minutos / km!

Pois é, voltei aos meus primórdios da corrida em que participava na Mini-maratona de Lisboa e o meu único objectivo era chegar à frente do vencedor da Meia-maratona, tendo em conta que ele corria o triplo da distância.

Ainda vou ter muito trabalho pela frente!

Anúncios

Devagar se vai ao longe…

Posted in 2014/2015, Desabafos, Lesão with tags , , on 29 de Dezembro de 2014 by José Pedro

frente-ribeirinha-povoa-santa-iria

Após indicação da fisioterapeuta lá fui dar umas voltas pelo bairro.

Alongamento, aquecimento e lá vou eu!

Passo após passo não consigo me abstrair que ainda tenho o tendão a dar sinais que vão desaparecendo conforme os metros vão passando.

Sou ultrapassado por todos os corredores: não importa, o importante é estar a correr.

Só foram vinte minutos: se tudo correr bem para a semana será mais.

Assim vou reaprendendo a correr.

Não, não estou de costas voltadas para a corrida.

Posted in 2014/2015, Desabafos, Lesão with tags , , on 17 de Dezembro de 2014 by José Pedro

Tendinite

Não, não estou de costas voltadas para a corrida.

A minha ausência do blog deve-se simplesmente a uma lesão que contra a minha vontade mantêm-me afastado dos treinos, das corridas e também do blog, é doloroso estar impedido de fazer algo que tanto gosto e escrever sobre o mesmo.

Depois de quase seis meses parado, indo a diversas consultas, tendo momentos de esperança e de desespero e investindo em fisioterapia, vejo o meu esforço finalmente recompensado tendo ” luz verde ” para iniciar os treinos de uma forma moderada.

Estou ansioso para fazer o meu primeiro treino da época com a vigilância da fisioterapeuta que tem acompanhado neste meu calvário.

Espero que amanhã seja o meu regresso gradual aos treinos, ás corridas e ao ambiente saudável da ” tribo das corridas “.

Brevemente darei boas ou menos boas notícias.

Não é nada fácil…

Posted in 2013/2014, Lesão with tags , , on 24 de Julho de 2014 by José Pedro

Tendão de aquiles

A minha longa ausência não se deve a falta de motivação ou de tempo, mas pelo maior pesadelo de um corredor: a lesão.

A meio de um treino de 14 kms num dos meus locais preferidos começou a doer-me moderadamente o calcanhar. Como saí de casa a correr tinha que voltar. Lá fui andando a ritmo lento sem grandes queixas. Depois dos obrigatórios alongamentos e do banho tomado as dores aumentaram de intensidade.

No dia seguinte quase que não consegui por o pé no chão. Ida ao médico e toca de fazer um raio-x e uma ecografia.

Os meus piores receios foram confirmados, foi detectada uma calcificação no tendão de aquiles.

Após uma breve pesquisa fiquei a saber que a recuperação vai ser bem demorada e que vai implicar bastante força de vontade e persistência.

Até lá vou aguardando que me chamem para uma consulta com um especialista para me aconselhar qual será o melhor tratamento a seguir.

Espero que não seja um adeus, mas um até breve!

 

Treinar ou esperar?

Posted in 2013/2014, Desabafos, Lesão with tags on 9 de Agosto de 2013 by José Pedro

run-NB+

Nem sempre é facil prever um regresso aos treinos depois de uma lesão. Existe sempre o receio de poder piorar o que já não é bom. Por outro lado, o pensamento está nos treinos perdidos, nos quilómetros que devia ter feito, na vontade de calçar os ténis e seguir juntamente com os corredores que passam em frente à minha casa.

– Será que estes treinos vão fazer falta?

Resisti à tentação e mesmo sentindo-me bem nos ultimos dias, preferi resguardar-me.

Domingo vai ser o dia D.

– Estarei pronto para o regresso?

O corpo irá dar a sua resposta!

Uma pedra no meu caminho.

Posted in 2013/2014, Desabafos, Lesão with tags , on 2 de Agosto de 2013 by José Pedro

pedranocaminho

Nem imaginam o que uma simples pedra no caminho  pode fazer na vida de um corredor.

Estava quase no fim de mais um treino para a maratona, quando meto um pé em cima de uma pedra. Perdi o equilibrio e torci tanto o tornezelo como o joelho. Abrandei o ritmo e aparentemente tudo estava normal e terminei o treino.

No dia seguinte senti que o joelho não estava a 100%, mas também não era nada de preocupante. Dei-lhe dois dias de descanso e domingo fui fazer o meu treino longo da semana. Fiz a primeira parte do treino muito lento a tentar perceber como estaria o joelho. Depois de 10 kms sem queixas, apertei um pouco no ritmo. Tudo correu bem até aos 24 kms, nessa altura tive uma dor já familiar. Abrandei o ritmo, a dor passou e fui a trote até chegar ao carro.

Depois do corpo arrefecer, senti o joelho como já não sentia à 5 anos. O meu problema com o joelho tinha voltado e logo na pior altura da época (se é que existe uma altura boa). Não chegou à pior fase como aconteceu anteriormente o que  obrigou-me a parar 2 meses, mas é bastante incomodativa e preocupante.

Por muito que me custe, resolvi parar, fazer umas mezinhas caseiras e tentar resolver o problema o mais depressa possivel. A Meia-maratona de S. João das Lampas está à porta e a Maratona de Lisboa ao virar da esquina.

Agora preciso ter mais cabeça que coração!

Distenção muscular… na véspera da corrida.

Posted in 2012/2013, Desabafos, Lesão with tags , , on 8 de Fevereiro de 2013 by José Pedro

01

A motivação não tem sido grande para treinar e ontem durante um sprint senti o músculo dos gémeos a prender. Primeiro pensava que seria principio de uma cãimbra, mas no fim do treino deu para perceber que era uma distenção múscular. Não parece ser muito grave, mas não sei como vai ser para os 20 kms de Cascais. Vou passar os dias a massagens, Voltarem e gelo.

Espero recuperar a tempo, seria um duro golpe da já minha pouca motivação.

Neste site explica muito bem como se deve curar:

http://pt.wikihow.com/Se-Recuperar-de-uma-Distens%C3%A3o-ou-Contratura-Muscular