Archive for the Dicas Category

35ª Corrida dos Sinos – Reservada!

Posted in 2016 / 2017, Desabafos, Dicas, Uncategorized with tags , , on 19 de Janeiro de 2017 by José Pedro

cartaz_corrida_dos_sinos_2017_0

Já tenho a minha participação na Corrida dos Sinos reservada.

Participei no ano passado pela primeira vez e gostei imenso do percurso e da organização. Fui mal preparado para as dificuldades do percurso e sofri um pouco na subida final. Este ano espero ” vingar-me ” e para isso vou fazer uma preparação atempada e a pensar na prova.

Informações e Inscrições:

Corrida dos Sinos 2017

Treino Solidário RUNning / PNMC – Juntar o útil ao agradável.

Posted in 2016 / 2017, Dicas, Noticias, Uncategorized with tags , on 3 de Janeiro de 2017 by José Pedro

captura-de-ecra-149

Tenho a certeza que tens uma gaveta cheia de t´shirts dos brindes das corridas e que vai aumentando a cada corrida em que participas.

Aposto que tens uns ténis que já não usas e que ainda não te desfizeste deles porque mesmo usados parecem novos.

Acredito que tens algum material de corrida que já não usas, mas em bom estado e que não sabes o que fazer com ele.

Dia 14 de Janeiro no Jamor podes juntar o útil ao agradável: treinar com alguns craques nacionais, ser solidário com quem mais precisa e esvaziar algumas gavetas.

Diz lá se não é tentador?

Informações e inscrições:

Treino Solidário RUNning / PNMC

Imagem: Facebook

Prendas de Natal para um corredor…

Posted in 2016 / 2017, Dicas, Uncategorized with tags , on 17 de Novembro de 2016 by José Pedro

Aqui ficam sugestões de prendinhas para quem tem amigos / familiares com o “bicho” da corrida. Para mim quero a sugestão número 10!

Acho que não é pedir muito!

1 – Relógio com gps

É o melhor que se pode oferecer a um corredor… mas pensando bem seria pedir muito ao Pai Natal.

01

2 – Ténis XPTO

Uns ténis ultimo modelo também não seria má ideia, o pior é o preço deles… e os baratinhos estão fora de questão!

02teniscorrida
3 –  Auscultadores sem fios

Uns auscultadores com mp3 incluídos seria perfeito, evitava-se os fios e não era necessário ir com o peso do smartphone no braço.

03sonnywalkman

 

4- Massagem desportiva

Um voucher para uma massagem desportiva seria uma grande ideia, dada pelo próprio se tiver formação ou por um profissional. Depois de uma corrida não há nada melhor.

05massagemdesportiva

 

5 – Hidratação e alimentação

Algo muito útil e que nunca é em excesso.: bebidas isotónico e gel/barra energético(a). Pode parecer estranho, mas é uma óptima prenda!

04bebidaisotonica
6 – Meias desportivas.

Fica sempre bem oferecer meias, já é uma tradição de Natal… quando não nos lembramos de mais nada!

06meia_tenis1

 

7 – Inscrição na Corrida tão desejada.

Sempre é uma ajudinha para manter a motivação e “obrigar” a manter os treinos.

06virgin_marathon_2017_header
8 – Óculos desportivos

São de uma utilidade extrema, usa-se quando está sol, chuva, vento e dá para o estilo! Faz-nos parecer verdadeiros profissionais!

07oculoscorrida

 

 

9 – Camelbak

Prenda para os corredores mais ousados e que tudo o que seja menos de uma maratona é coisa de meninos.

 

08camelbak_4_the-capo-designs

10 – Vouchers personalizados

A mais barata e possivelmente a mais importante para todos os corredores: Vouchers personalizados.

Podem ser de vários géneros:

– Vale um apoio  numa corrida 10 kms / Meia-maratona / Maratona / Ultra-Maratona.

– Vale  boleia para uma corrida.

– Vale companhia para treinar.

– Vale abastecimento num treino longo.

Tantas coisas que se podem dar que não tem preço e que são de uma utilidade extrema.

09recibo-para-vale-2

 

11 – Pulseira com identificação.

Quantas vezes não vamos treinar sozinhos e ninguém sabe onde estamos. É uma prenda útil se nos acontecer alguma coisa e deixamos os mais próximos descansados.

09pulseiraidentificacaocorrida

Nota Importante:

Nunca dar t´shirts técnicas . Grande parte das corridas tem t´shirt técnica incluída na inscrição e o que um corredor não quer é mais uma para o molho.

Nike Zoom Vomero 9 – já foram testados.

Posted in 2016 / 2017, Dicas, Uncategorized with tags , , , on 27 de Setembro de 2016 by José Pedro

wp_20160914_07_10_27_proDepois de quinze dias a treinar com os minhas novas sapatilhas Nike Zoom Vomero 9, em que fiz diversos tipos de treino ( séries, longos, recuperação e tempos ) e em diversos tipos de piso ( asfalto, empedrado, terra batida e relva ) já posso ter uma opinião concreta de sobre as características mais importantes para um corredor:

1 – Adaptação ao pé: o pé esquerdo adaptou-se facilmente, até parece que é uma sapatilha usada à muito. Quanto ao direito, sinto uma fricção fora do normal logo a seguir ao dedo grande que penso que com o tempo ficará resolvido.

2 – Conforto: muito confortáveis e bem ventilados.

3 – Estabilidade: são muito estáveis quando são usados no piso para o qual foram pensados, mesmo na terra batida e na relva. Em pedra solta nota-se que o seu desempenho já não é tão bom.

4 – Amortecimento: muito bom amortecimento, sente-se que o impacto com o chão é muito suave.

5 – Peso: Muito leve.

6 – Tipo de uso: é uma sapatilha multi-funções, tanto pode ser usada em treinos suaves como mais duros que o seu desempenho é sempre agradável.

Penso que fiz uma boa compra. É uma sapatilha que satisfaz as minhas exigências e que serve tanto para treinos como para competições.

Nike Zoom Vomero + 7

Posted in 2014/2015, Dicas with tags , , , on 22 de Maio de 2015 by José Pedro

NikeZoomVomero+7

No fim de semana passado resolvi substituir os meu Adidas por uns companheiros de corrida mais recentes.

Dirigi-me ao Freeport de Alcochete à procura da melhor relação preço / qualidade, que as sapatilhas fossem boas no amortecimento e na estabilidade. Para além destas virtudes também tinham que ser destinadas a corredores de médias / longas distâncias.

Depois de passar pela Adidas, Puma, Sport Zone, a minha escolha recaiu nos Nike Zoom Vomero + 7 com mais de 50% de desconto no preço de venda recomendado.

Pela pesquisa que fiz prometiam muito amortecimento e estabilidade, também protecção extra para o calcanhar que devido à minha lesão pode dar muito jeito.

Os primeiros testes que fiz deu para comprovar que o prometido era efectivamente garantido.

Muita estabilidade, fantástico amortecimento em diversos pisos, o pé adaptou-se bem ao novo calçado e acima de tudo o meu tendão de Aquiles não se queixou com a mudança.

Agora é esperar por mais treinos e de maior duração para ver se a compra foi realmente boa e esperar que a durabilidade seja a normal.

 

A minha estatégia para a Maratona de Lisboa 2013

Posted in 2013/2014, Dicas with tags , , , , , on 4 de Outubro de 2013 by José Pedro

estratégiamaratona

A dois dias da maratona começo a pensar que estratégia irei usar na maratona de Lisboa.

Para mim tudo começa no dia anterior: refeições ligeiras, muita água, preparar equipamento e deitar cedo.

Vou levantar-me cedo e apanhar o comboio das 8 horas no Cais do Sodré. Quero chegar com tempo para descontrair, ir à casa de banho, alimentar-me, aquecer as articulações e alongar sem pressas.

O aquecimento será feito na própria corrida, 42,2 kms dá para tudo. Os primeiros quilometros são para ser feitos lentamente e em ritmo descontraido. Para não cair em exageros logo no início, vou seguir bem de perto uma “lebre” lenta que vai obrigar a gerir melhor a corrida. Quando sentir as pernas soltas, já sei que o ritmo vai aumentando e ficarei o resto da corrida por minha conta. Não é nada que não aconteca nos treinos, é algo natural e gradual, de forma a não desgastar-me rápidamente.

Como os abastecimentos são importantes também tento levar a coisa minímamente planeada. Não pretendo parar em todos os abastecimentos, a não ser que esteja muito calor ou veja que tenho mesmo necessidade.  ” Parar ” em todos os abastecimentos pode não trazer benefícios ou mesmo prejudicar o ritmo imposto.

Como tal, pretendo fazer da seguinte maneira:

5 km: água

10 km: Powerade

15 km: água + barra gel

20 km: Powerade

22.5 km: Banana

25 km: água + barra gel

30 km: água

33.5 km: água + Powerbar

35 km: Banana

36 km: água

38 km: Powerade

Por experiência própria sei que durante a corrida a estratégia pode cair completamente por terra, seja por estar a correr bem ou mal. Uma coisa é certa, sinto-me mais confiante  sabendo que a corrida vai minímamente planeada.

Maratona de Lisboa 2013 em análise (actualizado).

Posted in 2013/2014, Dicas with tags , , , , , , on 30 de Setembro de 2013 by José Pedro

Falta menos de uma semana para mais uma participação na maratona de Lisboa. A ansiedade está instalada, fazem-se os ultimos treinos e começa a preparação logistica.

Um dos mais importantes é o estudo prévio do percurso para não haver supresas desagradaveis.  Com um percurso tão longo é normal haver partes mais faceis e outras que poderá trazer dificuldades acrescidas.

percursomaratonalisboaNa minha participação, vou ter especial atenção ás seguintes partes do percurso:

– 12/13 kms: vai-se apanhar algumas subidas ligeiras e algum empedrado.

– 15 kms: ligeira subida mas algo longa logo a seguir à Praia de Santo Amaro.

– 31 kms: ida aos Restauradores passando pelo empedrado do Rossio.

– 39 kms: ligeira subida à entrada do Parque Expo.

– 41 kms: empedrado no Parque Expo até chegar à meta.

Os empedrados e as subidas são as minhas principais dificuldades, principalmente no fim do percurso onde pode alterar o ritmo e obrigar a um desgaste maior.