Archive for the 2011/2012 Category

31 de Dezembro de 2011 – São Silvestre de Lisboa

Posted in 2011/2012, As minhas corridas with tags on 5 de Janeiro de 2012 by José Pedro

Este slideshow necessita de JavaScript.

Depois de ser muito chateado pelos meus amigos Carlos e Nuno, lá resolvi participar pela 4ª vez na São Silvestre de Lisboa.

Chegamos aos Restauradores relativamente cedo. Deu para nos prepararmos nas calmas, perceber como meter o novo sistema de chip, ir ao wc perder peso e metermo-nos no sitio certo na partida. Como pretendia seguir na companhia deles, resolvi inscrever-me nos “Sub 60”.

Logo após a partida, o Carlos foi a “lebre” de serviço. Saiu mais forte do que estavamos á espera, já que ele passou os últimos tempos a comentar que esta corrida não ia ser muito facil devido aos 5 kms a subir. Á passagem pelos 2 kms reparei que ele ia mesmo em bom ritmo, quando verifiquei que fizemos um pouco mais que os 11 minutos. Seguimos sempre no ritmo que o Carlos ia impondo sem grandes oscilações.

5 km – 27:14 min.

Depois do abastecimento, iria-se iniciar a subido dos Restauradores até ao Saldanha. Desta vez foi o Nuno a fazer de “lebre” indo sempre na dianteira do grupo, sendo seguido de perto por mim e pelo Carlos. O Nuno levou-nos num ritmo certo até ao Marquês de Pombal. Até ao Saldanha, o grupo mantinha-se únido e resolvemos aumentar um pouco o ritmo imposto sempre com o Nuno á frente. Assim que íniciamos a descida de volta aos Restauradores, tomei a dianteira do grupo. Deixei todo o grupo ganhar forças e começei a forçar o ritmo. Fui aumenando aos poucos sempre tendo em atenção os restantes parceiros de corrida. Ao passar pelos 8 km em 44: 32 minutos tive consciência que o Carlos poderia melhorar o seu RP se a descida fosse feita em bom ritmo. Passei do pensamento á acção e forcei ainda mais o ritmo. Toda a descida foi feita no limite do Carlos e do Nuno. Tive sempre a preocupação de não os deixar para trás, já que o combinado era fazermos a prova juntos. Ao chegar a 300/400 mt da meta, deixei o Carlos embalar sozinho e fiquei com o Nuno que já estava em dificuldades.

Infelizmente o Carlos ficou a escassos 10 segundos do seu RP. Para a próxima cai certamente!

Tempo Real: 53:18 min.

Tempo Oficial: 54:38 min.

Gostei bastante de ter participado nesta corrida, foi bem organizada, percurso interessante, feita em ritmo de treino e em optima companhia!

A minha primeira Maratona – Maratona de Lisboa 2011

Posted in 2011/2012, As minhas corridas with tags , on 7 de Dezembro de 2011 by José Pedro

Este slideshow necessita de JavaScript.

Depois de 4 meses de treinos, o dia tão esperado estava a chegar. Preparei todo o equipamento na dia anterior e deitei-me um pouco mais tarde do que tinha em mente.

Antes do despertador tocar, já estava pronto para saltar da cama! Tomei um bom pequeno almoço, equipei-me e fui ter com o Carlos (a minha  “lebre” até aos 12 kms) para o nosso habitual doping (café e jesuíta)  antes das corridas.

Chegamos cego ao Estádio 1º de Maio. Fomos dar uma volta para ver o ambiente e tentar afastar alguma ansiedade. A 30 minutos da partida fomo-nos preparar para a corrida. Verificar se não faltava nada, colocar o chip e mentalizar-me que iria enfrentar tão grande desafio pela primeira vez.

Optamos por não aquecer, visto que iriamos partir bastante lentamente o que permitia fazer o mesmo durante os primeiros quilometros. Fizemos bastantes alongamentos e aquecemos bem as articulações. A 5 minutos do tiro de partida fomo-nos colocar na linha da partida, bem no fundo do pelotão. Não queria ser contagiado por atletas mais rápidos e poder sair no meu ritmo.

Estava em amena cavaqueira com o Carlos quando foi dado o tiro de partida. Como previsto, o Carlos meteu o ritmo desde o primeiro segundo, sempre certinho e bastante confortavel. O quimometros iniciais foram feitos sem grande esforço, a meter a conversa em dia e sem dar pelos metros a passarem. O conhecimentos do percurso também facilitava a nossa tarefa, prevendo sempre o que iria aparecer mais á frente.

10 km: 59:45 min. (5:58 min./km)

Passamos aos 10 kms dentro do tempo previsto e sem complicações. Começei a entrar em algumas zonas de Lisboa que conheço desde sempre e que servem muitas vezes de locais de treino. Carnide, Benfica, Calhariz de Benfica e S. Domingos de Benfica fazem parte da minha vida. Aos 12 kms a missão do Carlos tinha terminado! Consegui levar-me até ali sempre num ritmo certo, confortavel e até aos 36 kms ia ser por minha conta. Aumentei um pouco o ritmo e tentei manter até chegar á subido do El Corte Ingles. Aproveitanto a longa descida para meter um ritmo mais vivo e alimentar-me. Gosto imenso de correr nas zonas históricas de Lisboa sem carros e poder usufuir da cidade como poucos o fazem. Assim que cheguei á Praça do Comercio e com o fim da descida, meti um ritmo certo e que me sentisse bem. O objectivo era tentar ir assim pelo menos até aos 36 kms onde teria novamente ajuda.

Meia-Maratona: 2:01:43 h (5:46 min./km)

Sentia-me bem, tentava aproveitar todos os abastecimentos para alimentar-me e hidratar-me. A partir dos 26 kms já estava um pouco farto da Avenida 24 de Julho. Só queria ver o regresso e o que ia distraindo a minha mente era os amigos que ia vendo em sentido contrário. Aos 27,5 kms recebo uma grande descarga de motivação e fiquei com a certeza que estava no bom caminho. Vejo o marcador das 4 horas a passar no sentido contrario. Não cai na tentação de acelarar, pois sabia que seguindo no ritmo que estava, mais cedo ou mais tarde iria alcançar aquele tão importante ponto de referência.

30 km: 2:49:07 h (5:38 min./km)

Apanhei o marcador das 4 horas mesmo em cima do abastecimento dos 30 kms. Ainda isitei entre ficar por ali algum tempo ou passar. Como me sentia bem no meu ritmo e ao ver a confusão que é abastecer com um grupo tão grande que ia com o marcador, resolvi seguir em frente. Se tivesse alguma quebra o marcador até podia ser útil mais á frente. Ao passar pelos 32 kms veio ao meu pensamento que nunca tinha corrido mais que aquela distância e que ia entrar em campo desconhecido em relação ás minhas capacidades fisicas. Aos 35 kms comecei a sentir os primeiros sinais de fadiga. Os joelhos começaram a doer e os musculos começaram a mostrar alguma fadiga. A minha pirnicipal preocupação era manter-me até aos 36 kms onde tinha mais ajuda á minha espera. Um pouco mais cedo do que estava á espera saltam para o meu lado o meu irmão Vítor e a Filipa. Com a Filipa sempre á frente a puxar e o Vítor ao meu lado, ataquei a Avenida Almirante Reis cheio de moral. Aguentei-me bem até que entre os 38/39 kms senti as pernas a perderem as forças. “-Será o famosos “muro” – perguntava-me no intimo. Foi um parte da corrida muito complicado em que tive um combate titânico entre o corpo e a mente. Ao chegar ao Areeiro senti que tinha vencido aquela batalha. Aproveitei para descansar um pouco o corpo para enfrentar os últimos quilometros. Ao ver a placa dos 41 kms, não como consegui ir buscar mais energia e aumentei o ritmo. Entrei no estádio em grande e cortei a meta num tornado de emoções. Tinha finalmente alcançado um objectivo que tinha em mente á largos anos.

Tempo Real: 3:55:22 h.

Tempo Oficial: 3:56:55 h.

Um agradecimentos especial ao Carlos que me levou nos primeiros quilometros sempre com um ritmo certo, ao meu irmão Vítor que me icentivou nos quilometros mais dificeis, á Filipa que foi marcando o ritmo nos últimos quilometros e a todos os que acreditaram em mim, quem me motivaram, deram conselhos e que compartilharam as suas experiencias.

3 a 9 de Outubro de 2011 – 3 Treinos.

Posted in 2011/2012, Treino with tags , , , on 12 de Outubro de 2011 by José Pedro

Dia 4 – 7 km

Iniciei os treinos com mais um bem ligeiro.

7 km – 43 min.

Foi um treino bastante tranquilo depois de uma semana parado.

Dia 5 – 14 km

Aproveitei o feriádo para treinar no Estádio Nacional. Era para fazer algumas séries, mas como encontrei um amigo resolvi treinar com ele e deixar o meu de parte.

14 km – 80 min.

Foi um treino bastante agradavel em boa companhia. Depois dos 9 km fiquei sozinho e resolvi puxar um pouco pelo ritmo e aproveitando sempre que possivel os trajectos de terra batida e a pista tartan.

Dia 9 – 29 km.

Depois do último treino fiquei com algumas dores na parte de trás do joelho esquerdo. Resolvi fazer uns dias de descanso e tentar fazer o treino longo.

29 km – 162 min.

Os primeiros 7 km foram feitos calmamente no Estádio Nacional para ver como reagia o joelho. Como se estava a portar bem, desci em direcção á Marginal e fazer boa parte do treino ao longo do Rio Tejo. Fui até á Praia da Torre sempre com um ritmo bastante vivo e fiz o regresso no mesmo ritmo. Fiz 21,1 km em 1:57:30 h, mas já notava algumas dificuldades. No Estádio Nacional fiz os últimos 6 km e os mais complicados. A partir dos 23 km senti o ritmo baixar bastante, mas lá me aguentei até aos 29 km planeados. Infelizmente no fim do treino o joelho voltou a dar sinais, espero que não seja nada de especial.

 

26 de Setembro a 2 de Outubro de 2011 – Descanso Total.

Posted in 2011/2012 with tags , on 6 de Outubro de 2011 by José Pedro

Infelizmente foi uma semana complicada para treinar, para a semana vou voltar em força.

25 de Setembro de 2011 – Meia-Maratona de Portugal

Posted in 2011/2012, As minhas corridas with tags on 6 de Outubro de 2011 by José Pedro

Mais uma vez participei na Meia-Maratona de Portugal.

Saí cedo de casa e rápidamente cheguei ao Parque das Nações onde ia apanhar o transporte até á linha de partida onde esperei uma hora pelo tiro de partida e sem espaço para fazer o aquecimento.

Parti calmamente e fiz o primeiro quilometro em 5:15 minutos, mas rápidamente fui contagiado pela adrenalina da corrida e o ritmo foi aumentando até me sentir confortavel. Preferia passar pelo abastcimento dos 3 kms e evitar a confusão lá instalada.

5 km – 24:24 min.

Sentia-me bastante bem apesar do calor que se fazia sentir. Aproveitei o abastecimento principalmente para me refrescar e tentei manter o ritmo sem grandes oscilações.

10 km – 48:24 min

O km 10 foi fatal para o meu ritmo. A tentar refrescar-me no abastecimento deixei cair os óculos. Tive que parar, voltar para trás para os apanhar. Logo de seguida a memória do relógio ficou cheia e perdi a noção do ritmo que ia. Tinha-me esquecido de fazer reset (erro de principiante ) e tive que o fazer durante a corrida o que levou a perder mais uma vez o ritmo. Para não ajudar aos azares, apanhei logo de seguida o viaduto perto de Stª Apolónia. quando consegui entrar num ritmo certo não consegui voltar ao anterior e tive que manter-me nos 5:00 min./km.

15 km – 1:13:37 h.

Mantive-me bem até aos 16 km, mas com o calor a aumentar, o meu corpo a cedeu. Desisti de lutar e deixei-me ir até ao final num ritmo de treino.

Tempo oficial: 1:47:05 h

Tempo Real: 1:46:03 h

 

19 a 24 de Setembro de 2011 – 3 Treinos.

Posted in 2011/2012, Treino with tags , on 4 de Outubro de 2011 by José Pedro

Dia 20 – 5 km

Tendo em vista a Meia-Maratona de Portugal e o desgaste que tive no fim-de-semana, optei por fazer uma semana ligeira em relação a treinos.

5 km – 31 min.

Dia 21 – 8 km c/ 2 x 5 min.

Tentei puxar um pouco neste treino, tentando ter um ritmo superior ao que tenho treinado.

8 km c/ 2 x 5 min – 49 min.

Depois de aquecer resolvi puxar um pouco o ritmo. Correu bastante bem e senti-me confortavel.

Dia 24 – 5 km

Infelizmente não consegui treinar nos dias anteriores e tive que fazer um treino ligeiro já com o pensamento na meia-maratona.

5 km – 30 min.

Treino bastante relaxado a pensar no dia seguinte!

Corrida do Destak 2011

Posted in 2011/2012, As minhas corridas with tags on 19 de Setembro de 2011 by José Pedro

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pela 3ª vez participei na Corrida do Destak. Na minha mente queria apenas fazer uma corrida descontraida, sabendo que no dia anterior tinha tido um treino bastante puxado. Avisei a malta que ia comigo se ficasse para trás para não se preocuparem, á meta iria chegar certamente.

Partimos calmamente para cumprir mais 10 km na Marginal de Cascais. Deixei as despesas de impor o ritmo aos outros e apenas tentei acompanhar. Foi uma corrida super-calma, sempre a resguardar-me e onde apenas senti alguma dificuldade na subida para o Estoril. Nos últimos 1,5 km, como me sentia bem, tentei dar a minha contribuição ao grupo. Tentei impor um ritmo cresceste e bastante vivo. Chegamos dentro do tempo que tinhamos em mente e fiquei satisfeito por me aguentar sem grandes problemas.

Tempo Real: 53:31 min.

12 a 17 de Setembro de 2011 – 4 treinos

Posted in 2011/2012, Treino with tags , , , on 19 de Setembro de 2011 by José Pedro

Dia 13 – 5 km

Mais um dia descontraido!

5 km – 31 min.

Foi um treino bastante calmo, só para esticar as pernas.

Dia 14 – 11 km

Saí com o tempo bastante contado, era para fazer mais uns kms, mas tive que ficar pelos 11 kms.

11 km – 62 km.

Sai de casa com o ritmo de 5:30 min./km na cabeça e depois de aquecer o resto do treino foi constante. Foi um treino facil de gerir.

Dia 16 – 5 km

Como o fim-de-semana ia ser duro em termos de treinos, este dia seria só para descontrair.

5 km – 31 min.

Desde o ínicio ao fim do treino o ritmo foi sempre bem lento.

Dia 17 – 25 km

Este dia estava destinado ao treino mais longo que alguma vez teria feito.

25 km – 138 min.

Fui para o Estádio Nacional onde iria fazer a primeira e a última parte do treino. Depois dos alongamentos fiz calmamente 7 km no EN, entre o lago, a pista de cross e a pista de tartan. Saí em direcção á marginal para mais 16 kms sempre com a ideia de não me entusiasmar muito. Os últimos 2 kms foram novamente feitos no EN incluindo 4 acelarações novamente na pista tartan.

O treino correu bastante bem, mais rápido do que estava á espera! Por muito que tentasse abrandar, o corpo não ligava e ia sempre ao mesmo ritmo.

5 a 11 de Setembro de 2011 – 4 treinos

Posted in 2011/2012 with tags , , , on 13 de Setembro de 2011 by José Pedro

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dia 6 – 5 km

Depois do exagero do fim-de-semana, fiz um treino curto e lento para me aperceber como andava.

5 km – 33 min.

Foi mais lento do que o normal e até me senti bastante bem tendo em conta dos kms que fiz a mais no domingo.

Dia 7 – 11 km

Sai de casa com ideia de mais um treino soft

11 km – 66 min.

Foi um treino agradavel sem adrenalina. Começei e acabei em ritmo de passeio.

Dia 9 – 11 km

Iria fazer um treino com a mesma distância, com o mesmo percurso mas com um ritmo um pouco mais vivo que o treino anterior.

11 km – 61 min.

Neste treino já deu para notar as pernas um pouco cansadas. Tentei ir a um ritmo sem grandes variações e curiosamente nos últimos kms quando pensava que estava a perda, acontecia o contrario. Já não é a primeira vez que tal me acontece.

Dia 11 – 16 km

Para não perder muito tempo sai logo de casa a correr num percurso que me é bastante familiar: ir de Benfica até á Qtª das Conchas e voltar.

16 km – 90 min.

Depois do aquecimento tentei estabilizar o ritmo nos 5:35/5:45 min./km. O local escolhido não é muito facil (existem poucas partes planas e muitos cruzamentos) e algumas vezes era dificil manter o ritmo. Pode-se dizer que foi um treino positivo, mesmo não correndo a 100% como pretendia.

29 de Agosto a 4 de Setembro de 2011 – 4 treinos

Posted in 2011/2012, Treino with tags , , , on 6 de Setembro de 2011 by José Pedro

Dia 30 – 11 km.

Pela primeira vez ia ultrapassar os 10 kms em treinos a meio da semana.

11 km c/ 8 km RP – 59 min.

Começei calmamente e depois de aquecer fui aumentando o ritmo. Consegui chegar ao 4:40 min./km e consegui terminar sem grande esforço. Pensei que conseguia ser um pouco mais rápido nos últimos kms, mas ao piso escorregadio devido á chuva que apareceu no final do treino tornou-me cauteloso.

Dia 1 – 11 km

Sai de casa com o mesmo percurso que tinha feito no treino anterior para ter um termo de comparação.

11 km RL – 65 min.

Todo o treino foi feito num ritmo confortavel e tentei não acelarar mais do que tinha previsto.

Dia 2 – 5 km

Foi dia de recuperação e só tinha no pensamento não fazer um treino muito rápido

5 km RL – 31 min.

Foi feito calmamente e até me senti melhor do que estava á espera. A muito custo lá consegui fazer em ritmo lento.

Dia 4 – 24 km

Sai em direcção ao Estádio Nacional com intensão de fazer o treino longo.

24 km – 137 min.

O treino inicialmente seria de 22 kms e  iria ser dividido por duas partes: os primeiros 16 km iria treinar sozinho na marginal e os últimos 6 km seriam no Estádio Nacional na companhia de dois amigos. Os primeiros 16 km foram feitos com enorme facilidade e sempre em ritmo progressivo. Sentia-me bem e deixei-me já que sabia que os últimos kms seriam feitos a um ritmo lento. Como os meus companheiros para os últimos kms se atrasaram, fiz mais 3 km calmamento no Jamor e acompanhei-os mais 5 kms feitos calmamente. O treino teve mais 2 kms do que previa, senti-me bastante bem, mas espero que não venha a pagar o preço na próxima semana de treinos.