20 Kms Cascais 2016 – Cascais é sempre Cascais

Captura de Ecrã (37)

No domingo pus mais uma corrida 20 kms de Cascais no meu curriculum. Treinei duro para enfrentar uma prova que não é fácil. Pus na minha cabeça que pretendia acabar com o ritmo médio a rondar os 5:10 min/km, mas tinha muitas duvidas se iria conseguir. Não tinha a percepção de qual seria a minha forma física e os últimos quilómetros da prova são os mais duros, não contando com o vento contrario.

Como fiquei na parte de trás do pelotão, sai lento e cauteloso. Os primeiros quilómetros da prova dentro da vila foram feitos ao sabor das subidas e descidas constantes, não conseguindo meter um ritmo certo. Sentia-me bem e deixei-me ir, tentando-me poupar para a parte mais dura do percurso.

5 Km: 27:00 min.

Assim que me apanhei a caminho do Guincho e com a estrada ligeiramente a descer, aumentei o ritmo. Como o vento soprava em sentido contrario, sendo uma barreira a ritmos mais fortes e com a subida no pensamento, afrouxei a velocidade e a ideia era deixar-me ir confortavelmente até ao retorno. Ainda apanhei a boleia de dois atletas da ” Açoreana ” que passaram por mim e que iam a um ritmo um pouco mais rápido que o meu e que poderiam ser as lebres ideias e que dariam uma ajuda a cortar o vento.

10 Kms: 52:10 min.

Permaneci colado às minhas lebres e assim que viramos em direcção a Cascais, o vento deixou de ser um travão e o ritmo aumentou naturalmente. Foram alguns quilómetros em ritmo crescente, até que a estrada começou a ter uma inclinação mais acentuada. Por volta dos 14 kms deixei fugir as minhas lebres, continuam em ritmo crescente e preferi resguardar-me para os quilómetros mais duros não me metendo em loucuras.

15 kms: 1:16:29 h.

A longa subida ia fazendo estragos e ia sentindo algumas dificuldades em manter o ritmo. Resguardei o melhor possível para enfrentar a subida mais inclinada entre o quilometro 16 e 17, mesmo assim foi uma luta constante para não cair na tentação de baixar em demasia o ritmo e depois não conseguir retomar. Assim que o terreno ficou um pouco mais plano, tentei recuperar um pouco e sentido-me melhor voltei a aumentar o ritmo. Embalado por saber que os últimos dois quilómetros são praticamente a descer, fui sempre no limite até cortar a linha de meta e ainda consegui alcançar as minha lebres a poucas centenas de metros do final.

Tempo Real: 1:41:04 h

Captura de Ecrã (38)

Tempo Oficial: 1:42:23 h.

Captura de Ecrã (39)

O desempenho foi bastante acima das minhas melhores previsões, muito se deve ao conhecimento que tenho do percurso e de ser uma prova do meu inteiro agrado.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: