Arquivo de Junho, 2012

Férias…

Posted in 2011/2012, Desabafos on 25 de Junho de 2012 by José Pedro

Parece estranho mas já estou de férias desportivas. Depois da Corrida do Oriente deixei de ter objectivos a curto prazo, resolvi então tirar férias mais cedo, dar descanso ao corpo que tanto merece e antecipar a preparação da nova época.

Na época 2011/2012 consegui atinguir o meu objectivo mais ambicioso: partecipar na Maratona de Lisboa, terminar e com um tempo abaixo das 4 horas. O que não estava nos meus planos e foi uma agradavel supresa foi ter conseguido bater o meu RP nos 20 kms, numa corrida que não é nada facil e que fui como único objectivo preparar-me para a Meia-maratona.

Mas também tive alguns objectivos que não consegui alcançar, os RP dos 10 km e da Meia-maratona ficaram muito longe de ser alcançados.

A minha época 2012/2013 vai ter inicio em Julho, tendo em vista a participação na Meia-Maratona S. João das Lampas e possivelmente  na Maratona do Porto. Na 2ª parte da época vou focar as minhas atenções nos 10 kms e talvez depois na Meia-maratona.

Anúncios

Corrida do Oriente 2012 – 03 de Junho de 2012.

Posted in 2011/2012, As minhas corridas with tags , on 15 de Junho de 2012 by José Pedro

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pela primeira vez participei na Corrida do Oriente. Já tinha ouvido falar bem e mal, mas queria tirar as minhas conclusões. Tinha em mente fazer um bom tempo, no mínimo abaixo dos 50 minutos. Já não corria à muito tempo numa corrida de 10 kms com o objectivo de dar o meu máximo.

Depois de fazer o aquecimento e dirigir-me para a linha de partida, notei que seria muito dificil fazer um tempo perto do meu melhor.É uma corrida com bastantes atletas, com muitos deles já posicionados á minha frente e não senti as pernas soltas no aquecimento.

Assim que foi dado o tiro de partida, tentei meter o ritmo possivel sempre em zig-zag e para não facilitar nada, depois de 100 metros de corrida tinhamos que contornar completamente uma rotunda. O percurso manteve-se por uma estrada de paralelos por mais de 1 km o que é uma verdadeira desgraça para os meus joelhos. Fiz o primeiro km em 5:15 minutos, muito acima do que pretendia, mas iria tentar recuperar o máximo assim que tivesse alcatrão debaixo dos meus pés. Notei que ia em esforço para tão poucos quilometros percorridos e o calor que se fazia sentir também não facilitava nada a minha vida.

5 km – 23:11 min.

Fiquei um pouco desapontado com o meu tempo de passagem aos 5 kms, mesmo tentando recuperar tempo não tinha conseguido e agora limitava-me a gerir a corrida de forma a completar confortavelmente e abaixo dos 50 minutos.  Colei o meu ritmo nos 5 min/km e deixei-me ir. Nos últimos 2 kms ainda tentei dar uma sapatada no ritmo, mas não consegui. As pernas estavam confortaveis no ritmo que vinha e não havia nada a fazer.

Tempo oficial: 49:11 min.

Tempo Real: 48:08 min.

Desta corrida gostei do brinde original (uma caneca), em contrapartida não gostei muito do piso onde se desenrola uma boa parte da corrida e ter que levantar o dorsal no dia anterior.