Arquivo de Setembro, 2010

26 de Setembro de 2010 – 11ª Meia-Maratona de 2010.

Posted in Calendário de Corridas with tags , on 28 de Setembro de 2010 by José Pedro

Domingo foi mais um dia de corrida! Levantei-me cedo, fui ter com uns amigos que iriam participar na mini-maratona e lá fomos em direcção ao Parque das Nações apanhar o autocarro que nos iria levar para a linha de partida em cima da Ponte Vasco da Gama.

Chegamos uma hora antes do tiro de partido. Aproveitei para ir ao wc, ficando assim mais leve e fiz um ligeiro aquecimento. O espaço existente não dava para mais.

Finalmente foi dado o tiro de partida ás 10:30h. Sai calmamente e deixei-me levar pelo ritmo imposto pela multidão. O 1º km foi feito em 5:20 min e sabia que seria dificil meter o meu ritmo antes dos 3 /4 km a estrada ia estreitar á saída da ponte e ainda havia muitos atletas juntos. Optei por não fazer o abastecimento no 3º km, achei que era cedo demais e não queria meter-me naquela enorme confusão. A partir daí tentei aumentar um pouco o ritmo até chegar ao ideal para acabar a corrida sem problemas.

5 km – 24:43 min.

Passei aos 5 km com 20 segundos a mais do que tinha previsto. Como me sentia bastante confortavel deixei-me ir no ritmo que tinha imposto e não corri o risco de acelarar para mais tarde pagar a factura.

10 km – 48:48 min.

Consegui passar aos 10 km dentro do tempo máximo que tinha previsto e logo a seguir ia ter um teste ao ritmo imposto Aos 11 km tinha que subir o viaduto de Stª Apolónia. Fiz sem forçar muito e na descida optei por descomprimir para voltar ao ritmo no terreno plano. No viragem para o regresso noto que tenho agora o vento de frente e aos 14 km volto a enfrentar a subida do viaduto. Novamente a fiz nas calmas e recuperar na descida.

15 km – 1:12:52 h.

Á passagem dos 15 km já estava a ganhar alguns segundos ao tempo máximo que tinha previsto. Agora era tentar não ter nenhuma quebra. Mas não consegui evitar, depois do abastecimento sólido aos 16,5 kms, descontrolei a respiração e com ela também baixei o ritmo. Tentei que a quebra não fosse muito grande e tentei recuperar forças para voltar ao ritmo logo após a subida que ia dar ao Parque das Nações. Felizmente aos 18 km voltei a sentir-me bem e voltei ao ritmo anterior e a recuperar tempo

18 km – 1:27:35 h.

Passei aos 18 km ainda com alguns segundos de vantagem em relação ao tempo de passagem para o meu PB. Tentei a todo o custo não baixar o ritmo e controlar o esforço para os últimos 3 kms. Houve uma altura que o corpo me pregou um susto, estava a custar-me imenso e parecia que ia “morrer na praia”. Mas era puro engano, o meu relógio indicava-me que estava a aumentar o ritmo e a ganhar tempo. Tentei manter até a 500 mt. da meta e fiz um último forcing nos últimos metros e conseguir alcançar o meu objectivo.

Tempo oficial: 1:43:56 h.

Tempo Real: 1:42:49 h.

Depois de dois anos e meio consegui finalmente bater o meu PB na distância o que me deixou bastante satisfeito por não ter tido muitas oscilações durante todos os 21 kms.

Anúncios

20 a 25 de Setembro de 2010 – 3 Treinos

Posted in Treino with tags on 27 de Setembro de 2010 by José Pedro

Dia 20 – 5 km

Depois do treino puxado de domingo, fiz um treino calminho.

5 km – 30 min.

Foi um treino calminho e muito relaxante.

Dia 21 – 4 x 600 mt.

Foi mais um dia de séries, desta vez mais curtas.

4 x 600 mt. (2:33/2:38/2:26/2:23 min.)

Tentei nunca forçar muito e até não correram muito mal. As primeiras duas foram um pouco acima do que previa fazer e as últimas já foram dentro do tempos pensados.

Dia 23 – 2 x 5 min.

Dediquei este dia a testar o ritmo que iria tentar utilizar na meia-maratona.

2 x 5 min. c/ 4 rec. (4:45/4:40 min./km)

Fiz os dois tiros sem grande esforço. Sairam dentro do tempos que previa o que me deixou optimista. Agora é descansar e alimentar.me bem para que a corrida de domingo corra dentro da minha previsão.

13 a 19 de Setembro de 2010 – 3 treinos

Posted in Treino with tags , on 20 de Setembro de 2010 by José Pedro

Dia 14 – 7 km

Depois de S. João das Lampas, sai sem treino definido!

7 km – 40 min.

Desde o primeiro metro sentia as pernas cansadas e com o passar do tempo a situação não melhorava. Tendo este cenário, o melhor foi mesmo fazer um treino com ritmo lento.

Dia 16 – 2 x 12 min.

Tinha em mente fazer um treino mais rápido, sentia necessidade de alargar a passada!

2 x 12 min. c/ 4 min. rec.

Iniciei o primeiro tiro em ritmo confortavel e senti-me muitissimo bem! Arrisquei a fazer o segundo e quando terminei fiquei bastante satisfeito por ter feito os ambos a 4:45 min/km e ainda me sentia com energia para mais.

Dia 19 – 16 km

Este dia estava destinado a mudar de cenário. A marginal estava cortada ao transito e eu ia aproveitar esta oportunidade para usufruir de um dos mais belos percursos de Lisboa.

16 km – 95 min.

Deixei o carro no Estádio Nacional, muni-me de uma garrafa de água  e fui nas calmas ao longo do pontão a apreciar a paisagem e a sentir a salgado ar do mar.

Iniciei o retormo na Praia da Torre. Meti-me na marginal já sem carros e mantive o ritmo até aos 10 km. Como me estava a sentir bem, aumentei o ritmo gradualmente até chegar ao ritmo da meia-maratona. Sentia-me bem e ainda foram 4 km bem puxados. Os últimos dois foram feitos em descompressão e para terminar uma boa série de alongamentos.

34ª Meia-Maratona S. João das Lampas 2010

Posted in As minhas corridas with tags , , on 13 de Setembro de 2010 by José Pedro

Seria a 2ª vez que iria participar em tão dura corrida. Contava com a experiência do ano anterior para poder ultrapassar todas as dificuldades que fossem aparecendo sem sofrer muito e tentar não me meter um loucuras.

Iniciei a corrida num ritmo descontraido e na companhia do sempre alegre José Magro. Como não sou grande coisa a subir, tentava não forçar muito nas subidas, tentar recuperar as energias nas descidas e no pouco terreno plano ir em ritmo confortavel.

5 km – 25:53 min.

Os primeiros 5 kms foram feitos sem grande esforço, mas foi aí que apareceu a primeira grande subida e perdi a companhia do Magro. Os restantes quilometros seria eu, a minha música e a magnifica paisagem campestre. Mantive o ritmo que tinha em pensamento e estava tudo a correr bastante bem.

10 km – 53:33 min.

Continuava a sentir-me confortavelmente bem, mesmo enfrentando algumas dificeis subidas. A minha preocupação a seguir seria a enorme descida aos 11 km. É bastante inclinada e tinha que ter bastante cuidado com os meus joelhos. Aos 13 km estavamos de volta ao ponto de partida, a calor humana deu-me novo alento para os restantes quilometros e tive um abastecimento extra. A partir daqui o terreno seria mais plano, mas bastante enganador. As dificuldades continuavam a existir, mas não eram tão evidentes.

15 km

Tentei refrescar-me ao máximo no abastecimento dos 15 km e depois de passar a subida dos 16 kms tentei aumentar o ritmo até ao final da corrida. Sentia-me bem e as pernas estavam a responder á alteração de velocidade. Depois da última subida aos 18 kms ainda forcei mais. Até á meta era práticamente tudo a descer. Sentia-me bem e nos últimos 500 mt. ainda deu para dar um último sprint e conseguir melhorar a marca alcançadano ano passado.

Tempo Oficial: 1:54:16 h.

Tempo Real: 1:54:05 h.

06 a 10 de Setembro de 2010 – 4 treinos.

Posted in Treino with tags , on 13 de Setembro de 2010 by José Pedro

Dia 6 – 6 km

Sentia-me bastante desgastadodos treinos da semana anterior, resolvi fazer algo leve e descontraido.

6 km – 40 min.

Deve ter sido o treino mais lento dos últimos tempos. Meti um ritmo lento e deixei-me ir! Ás vezes também é preciso “passear” um pouco.

Dia 7 – 5 x 600 mt.

Notei que ultimamente ando mais lento, tanto em treinos longos como em séries. Resolvi voltar ás séries para ver se solto mais as pernas.

5 x 600 mt. (2:31/2:27/2:26/2:25/2:26 min.)

Não me correu muito mal! Tinha previsto fazer um pouco mais rápidas, mas mesmo assim não ficou muito longe do que tinha pensado.

Dia 9 – 1 x 12 min. + 4 x 90 seg.

Depois de um dia de descanso, voltei aos treinos mais puxados.

1 x 12 min. (4:31 min./km)

+

4 x 90 seg.

Iniciei os 12 min. rápidos a um ritmo confortavel e com o decorrer dos minutos ia aumentando o ritmo. Fiquei bastante satisfeito com a média, visto que o percurso escolhido não era muito facil. Depois foram 4 acelarações de 90 segundos. As últimas duas custaram-me imenso, mas consegui fazer práticamente todas á mesma velocidade.

Dia 10 – 5 km

Sábado é dia de corrida que vai servir de treino longo, como tal o treino foi só para esticar as pernas.

5 km – 30 min.

Conforme começei, assim terminei: lento, lentinho, quase parado!

30 de Agosto a 5 de Setembro – 4 treinos

Posted in Treino with tags , , on 6 de Setembro de 2010 by José Pedro

Dia 30 – 6 km

Depois das merecidas férias, tinha que ver como estava fisicamente.

6 km  – 35 min.

Fui sempre em ritmo de passeio. Notei que tinha as pernas um pouco presas e algo cansadas da viagem realizada no dia anterior.

Dia 1 – 17 km

Depois de fazer um dia de descanso, ganhei coragem para tentar meter os meus treinos em dia. Resolvi fazer algo que não é normal durante a semana, um treino longo.

17 km – 95 min.

Reslvi experimentar um novo percurso: Benfica – Carnide – Telheiras – Alvalade – Lumiar (Qtª das Conchas) e regresso. Até correu bastante bem para quem já não fazia um treino longo á algum tempo. A partir dos 15 km é que perdi gás e deixei-me ir calmamente até chegar a casa.

Dia 3 – 8 km

Como pertendia fazer mais um treino longo no domingo, resolvi poupar-me um pouco e fazer um treino ligeiro.

8 km – 45 min.

Deixei-me ir num ritmo confortavem e sem grandes ambições de tempos ou de km´s. Foi agradevel para um final de tarde e de semana de trabalho.

Dia 5 – 18 km

Fui para o Parque das Nações com um único objectivo: fazer mais dos que 15 km. Tinha dormido poucas horas e sentia-me cansado, por isso queria só rolar confortavelmente.

18 km – 105 min.

Os primeiros km´s foram um pouco penosos, pernas presas e não acertava no ritmo. A partir dos 6 km foi mais facil, sempre de ritmo certinho e passada solta. Á passagem dos 16 km voltei a sentir falta de forças, arrastei-me até aos 18 km e dei por terminado o treino. Devia ter sido um pouco mais rápido, mas não quis arriscar a desgastar-me ainda mais com a Meia-maratona S. João das Lampas á porta.