04-10-2009 – Meia-Maratona Portugal

VR091004_1365JG091004_1732

Nem sempre as coisas correm como nós queremos e este foi um desses dias!

Foi a primeira vez que fiz a Meia-Maratona de Portugal e possivelmente não estava á espera de tantas dificuldades ou estava em dia não.

Tomei um bom-pequeno almoço e enqunto esperava ainda bebi e comi mais alguma coisa.

0 – 5 km

Iniciei a corrida cauteloso. Sabia que havia uma subida longa de início e sou terrivel a subir. Felizmente consegui manter um passo certo e ultrapassei-a sem grandes dificuldades. Não tinha a minima ideia que era uma subida de 1,5 km, possivelmente teria feito um pouco mais devagar. Depois aproveitei a descida e o terreno plano para aumentar um pouco o ritmo.

5 km – 23:26 min.

5 -10 km.

Depois de sair da ponte e entrar na IC2 entrei em panico. Estavamos a descer ligeiramente e o retorno seria pelo mesmo caminho.Isso quer dizer que seria um subida enorme! Abrandei o ritmo pouco antes dos 8 km para tentar resguardar-me o que seria demasiado tarde.

10 km – 46:36 min.

10 – 15 km

Á passagem dos 10 km abasteci bastante bem. Laranja, banana e água. Aguentei-me bem até aos 12 km, a partir daí a subida fazia os seus estragos e o calor abafado também teve  grande influência. Tentei gerir o melhor que consguia, mas as forças já começavam a faltar e o ritmo descia a pique.

15 km – 1:17:14 min.

15 – 21 km.

Aos 15 km fiz um bom abastecimento e tentei recuperar forças. Por mais que tentasse o corpo não reagia e aos 17 km tive mesmo que parar. Andei durante uns 300/400 metros até sentir alguma energia. Voltei a correr lentamente, sempre á procura das poucas sombras que existem. Á passagem dos 18 km, senti um novo alento e parecia que ainda tiha algo para dar. Fui aumentando o ritmo até chegar á meta e até acabei minimamente bem.

Tempo chip: 1:52:25 h.

Esta corrida não é para esquecer, mas para tirar ensinamentos.

6 Respostas to “04-10-2009 – Meia-Maratona Portugal”

  1. Caro José Pedro
    o percurso não é fácil e o tempo estava “abafado”, também senti uma quebra por volta dos 18 kms que não estava de todo à espera de sentir.
    Pelos seus tempos de passagem passei por si entre o km 10 e km 15.
    Acima de tudo parabéns por mais uma “meia” corrida.
    Continuação de boas corridas.
    Abraço.

    • Estimado António Almeida:
      Se passou por mim, não dei conta!
      Ainda não foi desta que tive o prazer de o conhecer!
      Como se costuma dizer: “O que não mata torna-nos mais fortes”.
      Tirei alguns ensinamentos e vou-me preparar ainda melhor para a próxima!
      Abraço…

  2. Beatriz Helena Silva Says:

    Poxa, voce fez um tempo excelente. Pelo que conta parecesse que foi sofrido, mas foi melhor que eu. Parabens.

  3. Beatriz Helena Silva Says:

    Ah, foi minha primeira vez em Portugal. Adorei! Pretendo voltar, com certeza!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: