Arquivo de Setembro, 2008

2000 visitas…

Posted in Desabafos with tags on 30 de Setembro de 2008 by José Pedro

 

Cheguei ás 2000 visitas…

O meu obrigado a todos e espero continuar a ter a vossa companhia e os vosso comentários!

Garmin Forerunner 405

Posted in Gadgets with tags , on 30 de Setembro de 2008 by José Pedro

Calendário de Corridas – Novembro.

Posted in Calendário de Corridas, Dicas, Noticias with tags , , on 30 de Setembro de 2008 by José Pedro

dia 2 – Correr pela Saúde na Amadora (15 km) http://www.revistaatletismo.com/correr_saude07.htm

dia 9 – Meia-Maratona da Nazaré (21 km) http://www.meiamaratonanazare.pt.vu/

dia 16 – 10 km de Odivelas (10 km) http://www.revistaatletismo.com/cal_xistarca.htm

dia 16 – 3º G. P. da Arrábida em Setúbal (12,5 km) http://www.lebresdosado.pt/

dia 23 – II Corrida Lúzia Dias em Lisboa (10 km) http://www.revistaatletismo.com/LuziaDias07.htm

9ª Meia-Maratona de Portugal – Classificação.

Posted in Noticias with tags , on 29 de Setembro de 2008 by José Pedro

Classificações:

http://www.meiamaratonadeportugal.com/index.php?content=95

28-09-2008 – 12 km no EUL.

Posted in Treino with tags , on 29 de Setembro de 2008 by José Pedro

Ontem foi dia de treino longo. Mais uma vez fui treinar na companhia do Vital no meu já bem conhecido EUL.

Tinha em mente fazer 12 km a começar muito lentamente e depois ir aumentando o ritmo progressivamente.

Os primeiros km foram feitos a 6:20 min./km e com o passar dos kms o ritmo foi aumentando até aos 5:15 min./km. O último km voltamos aos 6 min./km.

Foi um treino de 67 minutos bastante proveitoso. Senti-me bastante bem e cheio de energia. As pernas reagiram bem e o joelho continua a portar-se bem.

Acho que escolhi um bom plano de treinos com vista á Meia-Maratona em Dezembro.

Se tudo correr como tenho planeado, a próxima corrida que irei paraticipar será a Corrida do Tejo, mantendo assim a média de uma corrida por mês para não sobrecarregar o meu joelho.

26-09-2008 – 35 minutos.

Posted in Treino with tags on 29 de Setembro de 2008 by José Pedro

Sexta-feira foi mais um dia de treino ligeiro.

Resolvi só rolar entre Benfica e a Amadora, num ritmo muito confortavel. Começei o treino em 6 min./km, para passar a 5:30 min./km e terminar novamente a 6 min/km.

A partir de 2ª feira só poderei treinar bem cedo, vamos ver como reage o corpo e se não acumulo demasiado cansaço. Vou começar a ter as noites todas ocupadas e como tal só de manhã é que poderei treinar.

Plano de Treino para Corrida de 10Km – Principiantes

Posted in Dicas, Treino with tags , , on 26 de Setembro de 2008 by José Pedro

Notas relativas ao programa de treino:

  • A distância em parênteses por baixo do treino “fartlek” inclui 1.5Km de aquecimento e 1.5Km de “cooldown” em adição às sessões de fartlek.
  • A sugestão de corrida a ritmo de 5Km ou 10Km refere-se à velocidade estimada por si para estas distâncias. Exemplo: Se normalmente corre 5Km em 25 minutos então o ritmo de 5Km é de 5 minutos ao Km ou 12Km por hora.
  • A informação 4-5 subidas,” significa que deverá fazer 4-5 repetições a um ritmo de 5Km numa subida com uma distância de 200 metros. Subidas longas deverão ter uma extensão de 500 metros. Se achar demasiado aborrecido o facto de fazer repetições sempre na mesma subida, então como alternativa, poderá escolher um percurso que incorpore o mesmo número de subidas, desde que este não seja demasiado longo.
  • A informação 4 x 800 significa que deverá fazer 4 repetições de 800 metros (se correr em pista será 2 voltas à mesma x 4 vezes). O ritmo de corrida por baixo, indica a velocidade a que deve correr as repetições de 800 metros. Deverá descansar 2 minutos entre as repetições de 800 metros e 1 a 2 minutos para as repetições de 400 metros.

Todos os treinos (incluindo as corridas longas) deverão ser feitos a um ritmo confortável. Nos treinos o ideal é correr a uma velocidade inferior à da prova (cerca de 1 minuto a mais por Km).

 O que é o Fartlek?

O método consta da superação de percursos com subidas, descidas, planos, trilhos com areia, etc. Nos percursos, os atletas devem apresentar variações de ritmos de trabalho, embora a intensidade da corrida varie de acordo com as distâncias e o tempo dos esforços executados.

Nos intervalos entre os esforços, que são determinados conforme o trabalho, deve-se utilizar estímulos mais leves (trotes e marchas, por exemplo).

Há uma alternância entre corridas rápidas e lentas.